02 agosto, 2013

Crise?

Na minha altura de escola eu não me lembro de haver uma luta constante por "quem veste mais caro" ou "quem tem acessórios novos mais frequentemente". Aliás, tenho fotos a comprovar.
E hoje? Hoje, em tempos tão difíceis, onde não há dia que não saia à rua e não oiça este e aquele lamento, vejo a maioria das crianças já com a "mania", adolescentes é para esquecer, isso já se torna ridículo e eu penso onde raio anda a crise na carteira desses pais que tanto reclamam!
Tenho colegas meus que têm realmente dinheiro e que poupam mais e me parecem mais humildes que esta onda de "aparência sem preenchimento" é.


1 comentário:

Charmoso disse...

Eu sei que dispensas comentários parvos, mas quis deixar o meu contributo! Vivemos na era das aparências. E onde de facto ser humilde é o último grau de sofisticação. Já dizia o leonardo, o Da Vinci!!
Estes sujeitos fazem-me lembrar aquelas moiçolas que desaparecem sem deixar rastro. Aparentam que o fizeram, mas na verdade deixam sempre um trilho. Aqui é igual, aparentam viver bem, mas basta abrirem a boca para se revelarem.

As vidas não são todas iguais, e de gustibus non est disputandum

Beijos com charme